COLUNISTAS


Facebook Twitter Linkedin
Ailton Fernando de Souza

● Bacharel em Ciências Contábeis pela Unipaulistana;
● Pós-graduado em Gestão Estratégica do Terceiro Setor pela UNIFMU;
● Ex-professor do curso Técnico em Contabilidade do SENAC;
● Exerce cargo de Gestão e Gerência de Contabilidade ;
● Autor e coordenador do livro Contabilidade na Prática (Editora Trevisan,2014);
● Autor do artigo científico Governança Corporativa em Entidades do Terceiro Setor, publicado pela Revista Direito do Terceiro Setor (Editora Fórum,Dez/2013);

 


A Integração Contábil

Por Ailton Fernando de Souza

 

Parece redundante tratar de união/integração, especialmente nas atividades empresariais, entretanto, nunca foi tão apropriado esse termo (integração), especialmente nos processos contábeis, como veremos a seguir.

São alguns dos muitos exemplos concretos e atuais dessa ‘fase” a substituição da DIPJ pela ECF(Escrituração Contábil Fiscal), onde alguns dos dados obrigatórios e necessários na DIPJ foram suprimidos nessa transição, como segue:

-Ficha 05 (informações das despesas), não há mais necessidade de digitar porque esses dados serão importados da ECD(Escrituração Contabil Digital ou SPED Contabil);

-Fichas 19 a 26(informações especialmente relacionadas ao IPI, como NCM´s e descrições de compras e vendas, clientes e fornecedores e débitos/crédito dos respectivo imposto), não serão informadas na ECF porque tais informações já são coletadas/verificadas na  EFD (Escrituração Fiscal Digital) ICMS/IPI;

-Fica 70 (relativa as informações previdenciárias), serão verificadas/colhidas diretamente do E-Social;

Se observarmos, com certeza teremos muitos outros aspectos onde é clara e visível a integração de dados no nível mais analítico possível, como por exemplo o bloco H da EFD ICMS-IPI, onde existe o campo específico para informar o inventário dos estoques para efeitos de IRPJ, e assim por diante.O próprio bloco K da EFD será mais um delimitador

É perceptível que não existe mais departamentalização, e sim um trabalho que deve ser inteiramente integrado, de forma que o resultado final obtido em uma etapa é o início da nova etapa, ou a consequência de um processo culmina em novo processo. Por fim, a própria contabilidade não pode mais se desvincular em contábil/societária, porque qualquer medida/processamento específico para atender as IFRS/CPC´s, pode e traz consequências tributárias caso não seja devidamente tratado de acordo com o que a legislação especifica, e qualquer tratamento meramente fiscal pode distorcer totalmente as demonstrações se não forem observados principalmente as normas internacionais de contabilidade.

O profissional de contabilidade atuante no Brasil está vivendo talvez o momento profissional mais interessante, complexo e também o mais completo, onde o segredo para um trabalho dinâmico, moderno, competente e de qualidade é aliar competência, estrutura e conhecimento, juntamente às responsabilidades do empresário (cliente, quando se tratar de consultoria contábil). Ao considerarmos o processo de gestão/decisão, a contabilidade deixa de ser apenas mais dos elementos, mas passa a ter papel fundamental se aliado aos departamentos financeiros (contas a pagar/receber/tesouraria), compras, faturamento, tributário, recursos humanos, produção, etc...Não seria exagero afirmar que o departamento contábil das empresas só é eficiente se tiver o mesmo conceito de controladoria, com o agregado de profissionais, competências e ferramentas. No caso das consultorias contábeis, onde o processo é terceirizado, além da integração dos departamentos (contabil/fiscal e pessoal ), também a integração com os clientes é fundamental para a eficiência tanto do cumprimento das obrigações, como para evitar contingências tributárias e para que as informações geradas sejam úteis.

Nos dias atuais, não é possível imaginar um correto e completo processo sem a geração e importação dos arquivos relativos à movimentação financeira, onde é compromisso do cliente a utilização de um ERP, bem como o mapeamento de processos inerentes à atividade e conferências básicas (conciliação bancária, controle de contas a pagar/receber, apuração correta do custo, etc.).Somente com esse tipo de integração será possível o melhor proveito da contabilidade, quer seja como instrumento de gestão, quer seja para cumprimento das obrigações fiscais/tributárias.

A Receita Federal anunciou em seu sítio a programação de fiscalização para 2015, bem como o resultado das ações fiscais em 2014, onde consegue-se comprovar a necessidade de colocar em prática o exposto acima, já que das autuações ocorridas em 2014, a imensa maioria refere-se ao IRPJ e CSLL em conjunto, e grande parte dessas autuações foi originada através de inconsistências deflagradas, entre DIPJ/DCTF e ECD, como segue:

 

 

Para 2015 a previsão de fiscalizações está relacionada especialmente aos seguintes temas:

  1. Amortização Indevida de Ágio
  2. Não apresentação (ou apresentação incompleta) dos ajustes contábeis do lucro societário com base na Nova Contabilidade sob o Regime Tributário de Transição (RTT) entre 2011 e 2013, que deveriam ser demonstradas à RFB no Controle Fiscal Contábil de Transição (FCont)

3.         Tributação em Bases Universais

4.         Movimentação Financeira Incompatível

5.         Omissões de registros de vendas

6.         Pessoas Físicas com Variação Patrimonial a Descoberto

7.         Sócios de PJ que auferiram rendimentos isentos em desacordo com a lei

8.         Transferências internacionais com jogadores de futebol

9.         Operações Especiais de Fiscalização

 

Acessado em 18/05/2015 e disponível em :http://idg.receita.fazenda.gov.br/noticias/ascom/2015/marco/autuacoes-da-receita-superam-r-150-bi-em-2014

 

Postado dia 18/05/2015 - Fonte: Essência Sobre a Forma


Comentários:


Clique aqui para comentar este artigo


Sergio Lima

Consultor Contábil
São Bernardo do Campo - SP
Membro desde: 07/05/2015
Exatamente Ailton, parabéns pelo artigo.

Hoje em dia os departamentos precisam estar totalmente alinhados visando atender as normas e legislações. Vemos que o processo de consultoria é vital para implantar procedimentos e metodologias claras, objetivas e eficientes.

Dia 19/05/2015 às 08:26:14

Visitantes: 1920


izmir escort
gaziantep escort
porno
porno
bodrum bayan escort